top of page
Buscar

Como funcionam os três regimes tributários do Brasil? Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real



Olá, pessoal! Aqui é Wilson, especialista em tributação e departamento fiscal🤝 Hoje vamos nos aprofundar um pouco mais nos três principais regimes tributários do Brasil: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Se você está iniciando um negócio ou pensando em mudar de regime, esse artigo é para você!



1) Simples Nacional: Descomplicando a vida do empreendedor 👨‍💼


O que é?

O Simples Nacional é o regime tributário mais voltado para micro e pequenas empresas, com faturamento anual de até R$4,8 milhões. Ele foi criado para simplificar a vida do empresário, consolidando vários tributos em um único pagamento mensal.


Vantagens e Desvantagens

Vantagens:

  • Simplificação no recolhimento de tributos.

  • Geralmente tem a menor carga tributária para empresas que estão iniciando as operações.

  • Redução da burocracia.

  • Menores encargos sobre a folha de pagamento.

Desvantagens:

  • Faturamento limitado em R$4,8 milhões/ano;

  • Nem todas as atividades empresariais são permitidas.

  • Nas faixas mais expressivas de faturamento, e para algumas atividades (como médicos e profissionais de T.I ), a tributação pode ser alta, podendo ser maior inclusive que nos outros regimes.

  • Limitação para uso de benefícios fiscais.

Considerações Especiais 🌟

O Simples Nacional não é sempre o "mais simples" e nem o mais adequados para todos. É preciso considerar o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) da sua empresa e fazer simulações para ver se este regime é realmente vantajoso para você. Planejamento tributário é fundamental!


2) Lucro Presumido: Uma Abordagem Mais Flexível 📊


O que é?

O Lucro Presumido se aplica a empresas com faturamento de até R$ 78 milhões por ano. A base de cálculo do imposto de renda e da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) é presumida pelo fisco.


Vantagens e Desvantagens

Vantagens:

  • Simplificação contábil se comparado ao Lucro Real.

  • Menos obrigações acessórias comparadas ao Lucro Real.

  • Previsibilidade na carga tributária.

Desvantagens:

  • Presunção pode resultar em maior tributação se a margem de lucro for menor que o presumido.

  • Mais complexo que o Simples Nacional.

  • Maior encargo sobre a folha de pagamento se comparado ao Simples Nacional.

  • Restrição no uso de despesas para abater no cálculo.

Considerações Especiais 💡

Fique atento às margens de lucro do seu negócio. Se suas margens são mais baixas do que as taxas presumidas, você pode acabar pagando mais impostos do que deveria.



3) Lucro Real: Para Negócios Complexos e Grandes Empresas 💼


O que é?

O Lucro Real é o regime mais complexo e é indicado principalmente para empresas com muitas despesas dedutíveis, e faturamento anual acima de R$ 78 milhões (que são obrigadas a se enquadrar nesse regime por lei).


Vantagens e Desvantagens

Vantagens:

  • Pode ser mais econômico para empresas com altos custos e baixas margens.

  • Possibilidade de compensação de prejuízos fiscais.

  • Permite o aproveitamento de créditos tributários.

Desvantagens:

  • Alta Complexidade.

  • Maior número de obrigações acessórias.

  • Caso o lucro apurado seja alto a carga tributário pode ser bem alta também, consideravelmente maior que no Simples Nacional ou no Lucro Presumido.

Considerações Especiais 🌟

O Lucro Real exige um acompanhamento contábil rigoroso. Sua empresa precisará ter uma contabilidade muito bem organizada para aproveitar os possíveis benefícios fiscais.



Conclusão: Escolhendo o Regime Tributário Ideal 🎯

A seleção do regime tributário certo é uma das decisões mais importantes para o seu negócio. Se você está incerto sobre qual caminho tomar, nós da AACC Contabilidade e Consultoria estamos aqui para ajudar. 🌈


Gostou deste breve resumo dos regimes tributários? Se você achou útil, compartilhe com seus amigos e colegas empresários! Até o próximo artigo! 😊



Comentários


bottom of page