• Equipe AACC

Contabilidade para Médicos, e profissionais da área da Saúde



A contabilidade especializada para médicos e profissionais da área da saúde é um assunto que levanta muitos questionamentos. Afinal de contas, esta é uma questão burocrática que envolve o pagamento de tributos, emissão de notas e outras responsabilidades tributárias e financeiras que nem sempre são fáceis de lidar.


Nesse artigo, vamos esclarecer os principais pontos relacionados, para que você consiga gerenciar o seu negócio com mais facilidade, independente da sua experiência.


Confira!

O que é mais vantajoso, ser AUTÔNOMO ou se tornar uma PESSOA JURÍDICA?

Caso não se enquadre na modalidade de CLT, onde o profissional é contratado por uma empresa e tem todos os direitos trabalhistas determinados por Lei, existem as duas opções: Ser Autônomo, ou se tornar Pessoa Jurídica.


Os profissionais da área da saúde que desejam empreender, precisam optar por uma dessas dias alternativas, e alguns aspectos da contabilidade e tributação mudam dependendo da sua escolha.

Autônomos

No caso de quem atua como autônomo, o profissional continua sendo considerado pessoa física. E aqui, quem faz o desconto dos impostos é o contratante.


Para isso, é necessário emitir o chamado Recibo de Pagamento de Autônomos (RPA). É através desse documento que os três impostos aplicados para essa modalidade serão descontados.


O primeiro deles é o INSS. Essa contribuição previdenciária tem alíquotas que variam entre 8 e 11%. Além disso, o valor máximo que pode ser descontado é de R$ 642,34 por mês.


O segundo tributo a ser pago é o Imposto de Renda Retido na Fonte. Aqui as alíquotas também podem variar, e chegarem até 27,5%. Não há limite para retenção e a porcentagem varia conforme os valores arrecadados.


O terceiro e último imposto é o ISS, que é cobrado sobre qualquer serviço prestado na cidade onde o prestador é cadastrado. Cada município tem regras específicas quanto ao recolhimento desse tributo, e as alíquotas deles podem variar entre 2% e 5%.

Pessoa Jurídica

A segunda alternativa, que geralmente é a mais recomendada para profissionais da área da saúde e médicos, é se tornar uma pessoa jurídica. Dessa forma, o profissional pode prestar serviços e abrir empreendimentos com mais facilidade, e menor tributação.


Além disso, o próprio profissional recolhe os impostos. Importante ressaltar que dentro da possibilidade de PJ existem vários tipos de regimes. O mais comum entre os profissionais liberais é o Simples Nacional.


Nesse tipo de regime, o profissional da área da saúde ou médico tem a tributação simplificada, como o nome já diz, onde vários tributos são unificados em uma guia só. A alíquota nesse setor começa em 6% sobre o faturamento bruto.


O profissional da área da saúde que é PJ também precisa recolher o INSS. Mas nesse caso o valor é recolhido levando em conta o valor do pró labore do sócio e tem uma alíquota de 11%.


Além disso, também é necessário recolher o IRRF, assim como o autônomo.

Mas, afinal de contas, qual é o mais vantajoso?

Bom, isso vai depender do modo de atuação e também dos objetivos de cada profissional. De modo geral especialistas que desejam expandir as atividades, ou prestar serviços para empresas, optam por se tornarem pessoa jurídica.


Isso porque, dessa forma é possível reduzir a carga tributária, facilitar os contratos de parceria com outras clínicas e hospitais, adquirir financiamentos, dentre outras facilidades. Falaremos mais disso no final deste artigo.

Contabilidade para Médicos e Profissionais da Área da Saúde - Tipos de regimes para Pessoa Jurídica

No caso de profissionais que optem por se tornar pessoa jurídica, existem 3 regimes tributários. E cada um deles terá características específicas para a contabilidade e tributação para médicos e profissionais da área da saúde.


E abaixo você pode encontrar um resumo sobre os principais aspectos de cada alternativa:

Simples Nacional


Essa é a modalidade mais comum entre profissionais de medicina e área da saúde em geral. Ele é voltado para micro e pequenas empresas, e pode ser uma ótima opção, pois geralmente é onde teremos o menor tributo total.


Nessa alternativa, o faturamento anual deve ser de até R$4.800.000,00. E a tributação varia entre 6% e 33%, tudo vai depender da receita e o do anexo em que a empresa se enquadra.

Lucro Presumido


Outra alternativa para os profissionais de saúde é abrir uma empresa de Lucro Presumido. Nesse caso, o teto de faturamento é de R$78 milhões por ano.


Os tributos são em torno de 11,33%. Mas nessa modalidade, ainda há a incidência do ISS que irá variar conforme o município onde a empresa atua, de 2% á 5%.

Lucro Real


Qualquer clínica ou hospital que tenha um faturamento anual acima de R$78 milhões por ano, deve ser enquadrada no Lucro Real.


Além da questão do faturamento, outros aspectos também devem ser considerados antes da escolha do regime tributário, como, por exemplo, as atividades que serão desempenhadas e até mesmo o planejamento estratégico da empresa.


Por conta disso, o ideal é que o profissional procure por uma empresa especializada em contabilidade para empresas da área da saúde, para fazer um planejamento tributário. Assim, é possível obter as orientações necessárias desde a abertura da empresa.

Contabilidade para médicos e profissionais da área da saúde – Vantagens de ser uma pessoa jurídica

Se tornar uma pessoa jurídica pode oferecer uma série de vantagens para quem atua dentro do ramo da saúde e da medicina. Segundo o Censo de Demografia Médica de 2018, mais de 50% dos médicos atuavam com consultórios privados.


Outro fator interessante mostrado é que a remuneração desses profissionais era maior. Além disso, existem outros benefícios, tais como:


Mais tranquilidade em relação a parte tributária


Um dos grandes diferenciais de se tornar uma pessoa jurídica e atuar com um CNPJ é ter mais tranquilidade tributaria. Você poderá contar com uma empresa de contabilidade especializada para fazer a prestação de contas e tributos, além da administração financeira (BPO).


A empresa poderá se encarregar de toda a parte de gerenciamento de documentos, pagamentos, emissão de notas, recebimentos e outras tarefas da rotina contábil. Dessa maneira, você não precisará esquentar a cabeça, e nem correr o risco de cair na malha fina.


Melhores condições de crédito


Outro grande benefício de você se tornar uma pessoa jurídica ao trabalhar na área da saúde e da medicina é que é possível obter melhores condições de crédito.


Os financiamentos são facilitados para profissionais nessa modalidade, além disso, empréstimos podem ser conseguidos com juros bem baixos e com mais prazo de pagamento.


Além disso, ainda é possível encontrar linhas de crédito específicas para a compra de equipamentos, para quem deseja abrir uma clínica médica. Ou seja, é uma excelente maneira de conseguir os recursos necessários para abrir e expandir o negócio.


Mais oportunidades


Cada vez menos clínicas médicas e hospitais têm contratado por meio de CLT. Isso porque, a grande maioria prefere o regime PJ, devido aos menores custos, e também o fato de não haver encargos trabalhistas.


Logo, os médicos que se tornam Pessoa jurídica conseguem ter uma gama maior de oportunidades, principalmente pelo fato de conseguirem emitir nota fiscal.


Redução de impostos


Outra grande vantagem de optar por essa modalidade é que você terá que pagar menos impostos. Dependendo do seu faturamento, é possível ter uma redução de até 50% de custos com tributos.


Além disso, é necessário levar em consideração que muitos gastos recorrentes do seu dia a dia de atuação poderão ser descontados da quantidade de tributos e até mesmo gerar créditos, o que vai contribuir para o lucro do seu trabalho.


Mais fácil organizar toda a parte financeira



Quem atua como autônomo dentro do segmento de medicina muitas vezes acaba tendo dificuldades de organizar a parte financeira. Isso porque, como não há um CNPJ, muitos acabam misturando contas pessoais com profissionais. E isso pode prejudicar diretamente a carreira.


Ao se tornar um PJ, você poderá contar com uma contabilidade para te ajudar a gerenciar toda a parte financeira. Desde o recebimento de pagamentos até a emissão de notas ficais.


Dessa maneira, é possível evitar uma série de problemas desencadeados pela desorganização, como, por exemplo, a falta de pagamento correto de tributos, quebra de caixa por erros de lançamentos, e dificuldades para investir na ampliação e otimização de serviços.


Essas são apenas algumas das vantagens de se tornar um PJ dentro da área da saúde e da medicina. Mas antes de dar qualquer passo, é sempre importante fazer uma consultoria com uma empresa de contabilidade para médicos e profissionais da saúde, para saber mais sobre as opções disponíveis.

Vale à pena contratar uma empresa de contabilidade especializada para médicos e profissionais da área saúde?

Se você é profissional da área da saúde ou medico e deseja atuar com as opções mais vantajosas de tributação, uma empresa de contabilidade especializada é essencial. Ela irá te ajudar a identificar qual a modalidade e regime mais adequados, levando em conta o seu segmento e também suas necessidades.


Além disso, ela poderá se encarregar de toda a questão tributária, declaração de imposto de renda, legislação e financeira do seu negócio. Desde a emissão de notas fiscais, até o controle do fluxo de caixa, e caso você tenha interesse, ainda administrar toda parte financeira (BPO).


É preciso ter em mente que para atuar de forma legalizada, é essencial um conhecimento aprofundado sobre as normas legais do segmento. E em muitos casos, é necessária uma consultoria para o alinhamento do profissional.


Com uma empresa especializada, você poderá recolher a menor carga tributária possível, obter créditos, e arcar com suas responsabilidades gerenciais com mais facilidade. Então vale à pena sim contratar uma. Entre em contato conosco e saiba mais.


Quer mais dicas de contabilidade para médicos e profissionais da área da saúde? Então não deixe de acompanhar outros posts do blog e fique por dentro de como organizar o seu negócio.



AACC CONTABILIDADE & AUDITORIA

CNPJ 01.314.643/0001-72

 

R. Benevenuta Bartlet James, n° 69 - Centro, Florianópolis - SC, 88015-630, Brazil

Fone: +55 48 3322.0092 | 48 3224.3966 | 48 3028.1560

| 48 3020.1560 | 48 99126.3002

whatsapp-logo-1.png